Biogás pode fazer a diferença na crise energética do Amapá

Estudo do Escolhas e CIBiogás mostra o potencial de geração de biogás no Estado capaz de abastecer 50 mil pessoas.

Biogás pode fazer a diferença na crise energética do Amapá
Divulgação da imagem: https://www.escolhas.org/
   Clipping

   Instituto Escolhas    Biogás pode fazer a diferença na crise energética do Amapá

Resumo

O Estado do Amapá enfrenta uma grave crise energética. Um Estudo do Instituto Escolhas produzido em parceria com o CIBiogás mostra que essa realidade poderia ser diferente. Com políticas incentivando a  geração local de energia, o Estado do Amapá poderia gerar 15 milhões de metros cúbico de biogás por ano, a partir de resíduos sólidos urbanos e dos rejeitos da piscicultura. Isso seria o suficiente para gerar cerca de 31.136 MWh de energia elétrica e abastecer quase 11.800 residências ou 50 mil pessoas – isso equivale a população de Laranjal do Jari, terceira maior do Estado. Poderia também ser utilizado pelas indústrias locais, como as do peixe e açaí, evitando que sua produção fosse perdida pela falta de refrigeração – situação vista hoje.

Para acessar a matéria completa utilize o link abaixo.

Fonte: Instituto Escolhas

Publicado em: 09 de novembro de 2020.

Esta notícia não é de autoria do Portal Energia e Biogás, desta forma, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original. Para acessar a notícia completa em seu veículo original, clique aqui.