Efeitos da concentração de vinhaça na produção de biogás

Tempo de leitura: aproximadamente 3m0s

Um trabalho experimental e estudo de caso no contexto do RenovaBio no Brasil, desenvolvido em conjunto por pesquisadores da Universidade de Copenhague, Universidade de São Paulo e Universidade da Geórgia.

Efeitos da concentração de vinhaça na produção de biogás
Foto: Divulgação/ Canva PRO
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Quartas de Divulgação Científica
Pesquisa

Efeitos da concentração de vinhaça na produção de biogás

Um trabalho experimental e estudo de caso no contexto do RenovaBio no Brasil, desenvolvido em conjunto por pesquisadores da Universidade de Copenhague, Universidade de São Paulo e Universidade da Geórgia.

Pesquisadores de instituições da Dinamarca, Brasil e Estados Unidos, em conjunto, desenvolveram pesquisa sobre os efeitos da concentração da vinhaça na produção de biogás. Os resultados da pesquisa foram publicados na revista Bioresource Technology Reports Volume 25, de fevereiro de 2024.

O artigo publicado foi desenvolvido pelos autores

  • Pietro Sica
  • Amanda Olbrick Marabesi
  • Aimee Regali Seleghim
  • K.C. Das
  • Antonio Sampaio Baptista

Principais destaques do artigo

  • O biometano pode aumentar a produção de bioenergia das usinas de cana-de-açúcar em 14,6 a 15,6%.
  • O biogás de vinhaça em São Paulo pode gerar 3,9 milhões de CBIOs por ano.
  • Contudo, a concentração da vinhaça aumentaria esse valor em apenas 3,2%.

 

Resumo do Artigo

O artigo “Efeitos da concentração de vinhaça na produção de biogás: Um trabalho experimental e estudo de caso no contexto do RenovaBio no Brasil” com título original Effects of vinasse concentration on biogas production: An experimental work and case study in the context of RenovaBio in Brazil é de autoria de Pietro Sica, Amanda Olbrick Marabesi, Aimee Regali Seleghim, K.C. Das e Antonio Sampaio Baptista.

O objetivo do estudo foi avaliar o impacto de diferentes concentrações de demanda química de oxigênio (DQO) da vinhaça na produção de metano e na quantidade potencial de créditos de descarbonização (CBIOs) concedidos para a produção de biogás a partir da vinhaça.

A metodologia envolveu trabalho experimental para identificar a taxa de carregamento orgânico (OLR) ideal para pico de eficiência em um reator de manta anaeróbica de fluxo ascendente (UASB), bem como um estudo de caso comparando cenários de concentração de vinhaça.

Os resultados mostraram que a concentração de vinhaça para atingir o maior rendimento de metano poderia aumentar a produção de energia da usina de cana-de-açúcar em 15,6%, e se toda a vinhaça no estado de São Paulo fosse usada para a produção de biogás, poderia evitar 3,9 milhões de toneladas de emissões de CO2eq anualmente.

O estudo concluiu que a concentração de vinhaça tem pouco efeito em escala estadual, e mais pesquisas são necessárias para otimizar o processo e prever a produção potencial de metano.

Acesso ao artigo

Referência Bibliográfica

SICA, Pietro et al. Effects of vinasse concentration on biogas production: An experimental work and case study in the context of RenovaBio in Brazil. Bioresource Technology Reports, v. 25, p. 101698, 2024. DOI: 10.1016/j.biteb.2023.101698

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?



Todos os direitos reservados - Portal Energia e Biogás ®.

AVISO! O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.

  • José Sergio do Amaral Mello Filho
    José Sergio do Amaral Mello Filho
    Estou em trânsito e não consegui acessar o link. O tema me interessa bastante.
    20 dias atrás Responder
    • Olá José Sergio, tudo bem? Você pode tentar novamente: https://doi.org/10.1016/j.biteb.2023.101698 Forte abraço,
      8 dias atrás