O que é anaeróbio?

Um breve resumo sobre como o processo bioquímico de decomposição é essencial para a vida e para manutenção do ciclo natural de muitos elementos.

O que é anaeróbio?
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Conceitos
Série de posts “Grânulos do Saber” 

O que é anaeróbio?

Um breve resumo sobre como o processo bioquímico de decomposição é essencial para a vida e para manutenção do ciclo natural de muitos elementos.

O que significa anaeróbio?

Segundo o dicionário, anaeróbio é um adjetivo e substantivo masculino que descreve organismos ou certos tecidos que vivem na ausência do ar, do oxigênio atmosférico livre, obtendo a energia necessária à sua vida a partir da decomposição de substâncias orgânicas. O antônimo é aeróbio.

De acordo com a Wikipedia, um organismo anaeróbio é aquele que não precisa de oxigênio para crescer, podendo reagir negativamente ou até morrer na presença desse elemento. Esses organismos podem ser unicelulares, como bactérias e arqueas.

Então, de onde vem a energia utilizada pelos organismos?

Em sua maioria, a energia tem sua origem no sol. Durante o processo de fotossíntese, essa energia solar é “capturada” e armazenada em ligações químicas, unindo dois átomos. Na molécula de glicose, por exemplo, há energia potencial acumulada entre os átomos de carbono.

No processo de digestão anaeróbia, os micro-organismos quebram as ligações químicas, durante a decomposição dos resíduos orgânicos, para utilizar essa energia, liberando um ou mais elétrons. Esses elétrons precisam ser "recebidos" por outras moléculas. O processo continua em etapas sequenciais, quebrando macromoléculas da cadeia de carbono para obtenção de energia, até que a atividade metabólica das arqueas produza moléculos pequenas como a molécula do gás carbônico (CO2) e a do metano (CH4). Esse processo de produção de biogás também é conhecido como respiração celular anaeróbia ou fermentação anaeróbia.

Desta forma, anaeróbio revela-se como um termo fascinante, descrevendo a incrível adaptabilidade dos micro-organismos diante da ausência de oxigênio atmosférico, revelando um intricado mundo de processos bioquímicos de decomposição, essenciais para a vida e para manutenção do ciclo natural de muitos elementos.

Referências consultadas

  • KHANAL, Samir Kumar. Anaerobic biotechnology for bioenergy production. Principles and Application Willey and Blackwell, p. 161-86, 2008.
  • CHERNICHARO, CA de L.; ANAERÓBIOS, Reatores. Princípios do tratamento biológico de águas residuárias. Reatores anaeróbios, v. 5, p. 379, 2007.
  • FORESTI, Eugenio et al. Fundamentos do tratamento anaeróbio. Tratamento de esgotos sanitários por processo anaeróbio e disposição controlada no solo. Tradução . Rio de Janeiro: ABES, 2009. . . Acesso em: 05 jan. 2024.

Série de posts “Grânulos do Saber

O que são grânulos?

Sobre processos anaeróbios, em algumas condições há a formação de estruturas constituídas por micro-organismos anaeróbios, os grânulos anaeróbios.

Essas estruturas (aglomerados de diferentes micro-organismos) possibilitam de forma mais eficiente a transferência de nutrientes e favorecem a sobrevivência da comunidade microbiana.

Esses aglomerados de micro-organismos densamente agrupados contribuem para aceleração do processo de digestão anaeróbia, principalmente em lodos de reatores UASB.

Figura 1 -  Frascos reatores para cultivo de lodo granular anaeróbio.

Os grânulos anaeróbios são esferas muito pequenas e possuem uma vasta comunidade de seres vivos. Atuam na decomposição da matéria orgânica e possibilitam reciclagem de nutrientes.

Figura 2 - Frascos reatores com mistura de grânulos anaeróbios (pontos pretos) e substratos (conteúdo mais claro).

Seguindo o conceito sobre “pequenas pérolas com conteúdo adensado” o Portal Energia e Biogás publica uma série de posts “Grânulos do Saber” -  pequenos posts para contribuir com disseminação de informações sobre processo de produção de biogás.

Acompanhe sempre o nosso conteúdo específico sobre a ciência por trás do processo anaeróbio e produção de biogás.

Em breve novos posts “Grânulos do Saber”.
Até logo!

Para explorar outros conceitos, acesse o nosso Glossário.

Acesse também Biogás no Brasil.

Obrigado e boa leitura!

Confira outras matérias do Portal Energia e Biogás, acesse:

Copyright © 2018 - 2024 Todos os direitos reservados - Portal Energia e Biogás ®.