Biogás é o tema central de Reunião interministerial que discutiu políticas públicas

Representantes de entidades federais reuniram-se em prol de políticas públicas mais dinâmicas para o biogás e o biometano no Brasil.

Biogás é o tema central de Reunião interministerial que discutiu políticas públicas
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Brasil
Energias Renováveis e Políticas Públicas

Reunião interministerial discute políticas públicas para o biogás e biometano no Brasil

O encontro interministerial é um fórum de discussão que envolve entidades federais para debater melhorias em políticas públicas voltadas para o biogás.

Unidade Interministerial é um fórum periódico de discussão idealizado pelo Projeto GEF Biogás Brasil que reúne entidades federais em prol de políticas públicas mais dinâmicas para o biogás no país.

Na última quarta-feira (17 de agosto de 2022) ocorreu o quarto encontro interministerial do Biogás e Biometano, com representantes de cinco ministérios e três entidades governamentais da esfera federal que debateram sobre as projeções para o mercado de biogás e biometano nos próximos anos.

A Unidade Interministerial agrega entidades federais para debater melhorias em políticas públicas voltadas para o biogás. O fórum periódico é uma iniciativa do Projeto GEF Biogás Brasil, que é liderado pelo MCTI, implementado pela Organização das Nações Unidas para o Desenvolvimento Industrial (UNIDO), financiado pelo Fundo Global para o Meio Ambiente (GEF), e conta com o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás) como principal entidade executora.

Cinco ministérios compõem a Unidade Interministerial: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI), Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Ministério de Minas e Energia (MME), Ministério do Meio Ambiente (MMA) e Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). Também fazem parte do fórum a Empresa de Pesquisa Energética (EPE), a Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). O intuito é promover a discussão na esfera federal da temática do biogás.

A abertura da quarta reunião da Unidade Interministerial foi feita pelo diretor do Departamento de Tecnologias Aplicadas do MCTI. Ele destacou que a Unidade vai ao encontro de temas importantes para o Brasil, e que o fórum está alinhado com as políticas públicas na área de biogás e biometano, assim como os programas Combustível do Futuro, Programa Nacional do Hidrogênio e Programa Metano Zero.

Durante o fórum, a consultora técnica da Superintendência de Derivados de Petróleo e Biocombustíveis da EPE palestrou sobre as perspectivas para o setor do biogás e do biometano. Além de apresentar o Panorama Energético Nacional, ela chamou a atenção para a variedade da matriz energética brasileira.  A consultora destacou que na matriz brasileira, o biogás ainda aparece tímido, mas tem crescido anualmente. O crescimento tem sido exponencial e mostrado consistência, com crescimento médio de 35% ao ano nos últimos 10 anos. Dados da EPE mostram que, só no setor sucroenergético, o biogás poderá atender a 40% da demanda de diesel no setor agropecuário em 2031.

A reunião foi organizada e conduzida pelo consultor da UNIDO e especialista em Políticas Nacionais do Projeto GEF Biogás Brasil.

O próximo encontro da Unidade Interministerial está previsto para 9 de novembro de 2022.

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTI). Publicado em: 23 de agosto de 2022.

Esta notícia não é de autoria do Portal Energia e Biogás, desta forma, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são da fonte especificada.

AVISO! O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.