O preço de equilíbrio do biometano no estado do Rio de Janeiro

O artigo apresenta um modelo de fluxo de caixa para avaliar o preço de equilíbrio do biometano, o preço necessário para atingir uma TIR adequada para remunerar o capital, no estado do Rio de Janeiro.

O preço de equilíbrio do biometano no estado do Rio de Janeiro
Clipping
Ensaio Energético

O preço de equilíbrio do biometano no estado do Rio de Janeiro: A ineficácia da Política Estadual de Gás Natural Renovável

Excelente matéria do site Ensaio Energético sobre o preço de equilíbrio do biometano no Estado do Rio de Janeiro.

Resumo

“Neste artigo, foi desenvolvido um modelo de fluxo de caixa para identificar qual deveria ser o preço de equilíbrio do biometano no Estado do Rio de Janeiro para atingir uma taxa interna de retorno adequada para remunerar o capital. Foi observado que o atual preço máximo do biometano estabelecido pela política estadual de gás natural renovável não garante uma TIR adequada. Portanto, essa política é ineficiente em fomentar o desenvolvimento da produção de biometano no estado do Rio de Janeiro”.

Sobre os autores

  • Gustavo Soares

Autor do Ensaio Energético. Economista, mestre e doutorando em Economia pela UFRJ. Pesquisador do Grupo de Estudos em Bioeconomia da Escola de Química da UFRJ. É consultor na Prysma E&T Consultores atuando no mercado de gás natural e de biocombustíveis no Brasil.

  • Felipe Freitas

Economista pela UFRJ, mestre em Economia da Indústria e da Tecnologia pela UFRJ e doutorando em Economia pela UFRJ. É consultor na Prysma E&T Consultores atuando no mercado de gás natural e de biocombustíveis no Brasil.

Recomendamos a leitura da matéria completa.

Para ler a matéria completa, clique aqui.



Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?




Fonte: Ensaio Energético, por Gustavo Soares
Publicado em:  19 de julho de 2021.

Esta notícia não é de autoria do Portal Energia e Biogás, desta forma, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original. Para acessar a notícia completa em seu veículo original, clique aqui.