Biogás - Hora da decolagem

Crescimento do número de granjas que transformam dejetos em energia limpa vem ganhando velocidade nos últimos anos.

Biogás - Hora da decolagem
Foto: Divulgação/ Correio do Povo - Julio Gomes Filho
Clipping
Correio do Povo

Hora da decolagem

Crescimento do número de granjas que transformam dejetos em energia limpa vem ganhando velocidade nos últimos anos

Excelente matéria do Jornal Correio do Povo sobre o avanço do biogás no RS e o potencial para o momento presente e para o futuro.

Resumo

“A transformação de dejetos das granjas em energia limpa tem atraído cada vez mais a atenção do setor agropecuário no Rio Grande do Sul. Apesar do avanço registrado nos últimos anos, é consenso no setor que a produção de biogás encontra-se muito abaixo do potencial, tendo em vista a grande produção de aves, suínos e gado presente no Rio Grande do Sul e, consequentemente, o grande volume de matéria orgânica disponível.

O biogás é uma energia limpa e renovável e com a sustentabilidade na ordem do dia, a busca por energias renováveis envolve cada vez mais esforços, em especial nos países desenvolvidos. Na transição energética para o futuro, os produtores que apostaram em biodigestores demonstram preocupação com a preservação do ambiente, percebem que isso vai se tornando exigência do mercado e contabilizam redução de gastos com energia que vai compensando o investimento com o passar do tempo.

Não apenas na geração de energia elétrica, mais também o biometano proporciona benefícios para uso como combustível em veículos e máquinas agrícolas.  Assim como, tem sido utilizado também para abastecer veículos, tanto leves quanto pesados tratores a biometano. Quanto aos tratores movidos a biometano, a previsão é de que as máquinas estejam disponivéis para o mercado sul-americano, por meio de importação, a partir de 2022.

O biogás é um substituto real para o diesel, já que é tecnicamente viável e mais barato. No RS, a Secretaria Estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr) trabalha na criação de um programa que disponibilize linhas de crédito para a instalação de biodigestores.

O presidente da Associação de Criadores de Suínos do Rio Grande do Sul (Acsurs), Valdecir Folador, considera que o biodigestor representa um investimento elevado para o suinocultor e que demanda o manejo adequado para que a entrada e saída de dejetos seja operada”.



Recomendamos a leitura da matéria completa.

Para ler a matéria completa, clique aqui.



Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o conceito de biogás?

Acesse




Fonte: Jornal Correio do Povo, por Danton Júnior 
Publicado em:  08 de maio de 2021.

Esta notícia não é de autoria do Portal Energia e Biogás, desta forma, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original. Para acessar a notícia completa em seu veículo original, clique aqui.