Cocal consegue autorização da Arsesp para Projeto Biogás

A unidade terá capacidade de produzir 33,5 milhões Nm3 de biogás

Cocal consegue autorização da Arsesp para Projeto Biogás
Usina Cocal (divulgação: Jornal Cana)
Clipping
JornalCana
Cocal consegue autorização da Arsesp para Projeto Biogás

A Cocal adquiriu autorização da Arsesp (Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de São Paulo) para o contrato de compra de venda de biometano com a GasBrasiliano.

Com isso, a distribuidora poderá dar andamento ao Projeto Cidades Sustentáveis, que visa abastecer munícipios do oeste paulista com o biometano produzido pela Cocal.

Em seu Projeto Biogás, a usina segue com a implantação da sua nova planta industrial, com previsão de partida para abril de 2021. A unidade terá capacidade de produzir 33,5 milhões Nm3 de biogás, a partir dos resíduos da cana-de-açúcar (torta de filtro, vinhaça e palha). Sendo assim, estima a produção de 8,9 milhões Nm3/ano de biometano, aproximadamente 24 mil Nm3/dia.

O investimento total no projeto é de R$ 160 milhões, sendo R$ 130 milhões por parte da Cocal, para a produção do combustível, e R$ 30 milhões da GasBrasiliano, destinados à construção de 65 quilômetros de rede de distribuição.

Os municípios de Narandiba, Pirapozinho e Presidente Prudente, todos no interior de São Paulo, serão os primeiros abastecidos com biometano na região, atendendo indústrias, comércios, residências e veículos leves e pesados (GNV – gás natural veicular).

Essa produção também será benéfica para o meio ambiente, pois oferece uma nova fonte de energia limpa e renovável para consumo, contribui para o desenvolvimento regional e garante uma destinação nobre para os resíduos industriais.

O biometano é um combustível gasosos obtido a partir do processamento do biogás. Por sua vez, o biogás é proveniente da digestão anaeróbica de material orgânico (decomposição por ação das bactérias), composto principalmente de metano e dióxido de carbono (CO2), conforme a ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre biogás no setor sucroalcooleiro?

Acesse outras matérias sobre biogás no JornaCana


Fonte: JornalCana, por Andréia Vital
Publicado em: 22 de dezembro de 2020.

Esta notícia não é de autoria do Portal Energia e Biogás, desta forma, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do veículo original. Para acessar a notícia completa em seu veículo original, clique aqui.