Biometanocultura

Confira uma breve reflexão sobre a sugestão de neologismo "Biometanocultura". Este termo refere-se a toda atividade econômica baseada na ação de micro-organismos anaeróbios, com o objetivo de produzir biogás, apresentando elevado teor de metano e gerando digestato, rico em nutrientes.

Biometanocultura
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
colunista
Biogás em Pauta, por Heleno Quevedo

Biometanocultura: Uma nova Visão

Uma reflexão sobre como desmistificar a produção de biogás e a relação direta com a atividade dos micro-organismos anaeróbios .

Heleno Quevedo  | Colunista do Portal Energia e Biogás — Antes de iniciarmos, é importante destacar que essa pauta é apenas uma forma de reflexão que emerge como uma sugestão de neologismoA zootecnia, atua especificamente para a produção animal, dedicada à criação e manejo de animais, abrange diversas culturas zootécnicas, cada uma com seus objetivos específicos e produtos finais. A suinocultura, avicultura e bovinocultura são exemplos representativos, destacando-se por suas contribuições essenciais para a produção de carne, leite, ovos e outros produtos de origem animal.

Conceitos e exemplos

  • Apicultura, trata-se da criação de abelhas para produção de mel, própolis ou cera;
  • Avicultura, envolvendo a criação de aves, abrange tanto a produção de carne de frango quanto a produção de ovos;
  • Bovinocultura, englobando a criação de bovinos, podendo ser direcionada para a produção de carne, com destaque para o gado de corte, ou para a produção de leite, onde o gado leiteiro é fundamental;
  • Chinchilicultura corresponde a criação de Chinchilas para produção de peles;
  • Coturnicultura é a criação de codornas e visa a produção de ovos e carne;
  • Cunicultura, criação de coelhos para produção de carne e peles;
  • Equinocultura, criação de equinos, especialmente cavalos de raça;
  • Minhocultura é a criação de minhocas para a produção de húmus;
  • Ovinocultura e Caprinocultura, corresponde a criação de ovinos para produção de carne, leite ou lã;
  • Piscicultura, cultivo de peixes em cativeiro;
  • Ranicultura, trata-se da criação de rãs visando a produção de Carne de Rã;
  • Sericicultura, criação de bicho-da-seda para extração e processamento da seda;
  • Suinocultura, referente à criação de suínos, a suinocultura destaca-se pela produção eficiente de carne suína.

Tendências na Produção de Biogás

Uma tendência notável entre os produtores de proteína animal é a adoção crescente de biodigestores para a produção de biogás. Essa escolha estratégica está intrinsecamente ligada à necessidade de gerenciar dejetos de forma sustentável. Os biodigestores, reatores anaeróbios que degradam dejetos, entre outros resíduos orgânicos, se tornam assim aliados valiosos na busca por práticas agropecuárias mais sustentáveis.

Biometanocultura: Uma Proposta de Neologismo Necessária

Ao adotar biodigestores, os produtores rurais passam a depender da ação metabólica dos micro-organismos anaeróbios presentes nos reatores para degradar a matéria orgânica e gerar biogás e digestato. Essa interação entre produtores rurais e micro-organismos anaeróbios sugere uma nova cultura, uma atividade que poderia ser chamada de “Biometanocultura”.

Biometanocultura, corresponde a toda atividade econômica baseada na ação de micro-organismos anaeróbios, em reatores anaeróbios (biodigestores), visando a produção de biogás, com elevado teor de metano e a produção de digestato, rico em nutrientes”. 

A Biometanocultura é uma sugestão de neologismo, necessária e urgente para destacar, valorizar e resgatar a importância do trabalho dos produtores rurais - produtores de biogás, que se tornam verdadeiros biometanocultores. Essa atividade destaca a importância da operação de sistemas anaeróbios e o manejo direto e eficiente de micro-organismos anaeróbios para viabilizar a produção de biogás com elevado teor de metano.

Eficiência e Adaptação Econômica na Biometanocultura

Assim como a zootecnia busca eficiência na criação animal, a Biometanocultura visa promover de forma eficiente a criação/cultivo de micro-organismos anaeróbios produtores de biogás. Essa abordagem destaca a adaptação econômica dessa microbiota presente no interior dos reatores anaeróbios (biodigestores de lagoa coberta - BLC, ou CSTR, ou UASB, etc.), visando maximizar sua atividade metabólica para promover um alto desempenho na produção de biogás.

Em suma, a Biometanocultura representa não apenas uma evolução na gestão de resíduos, mas também uma oportunidade para os produtores rurais contribuírem ativamente para economia circular e transição energética, a partir de práticas mais sustentáveis. A Biometanocultura prossibilita diretamente a redução da emissão de carbono e simultaneamente a produção de energia renovável. Além disso, o digestato resultante do processo de biodigestão é uma valiosa fonte de nutrientes, promovendo um ciclo sustentável na produção agrícola.

O que achou dessa reflexão? Pense nisso!

Saiba mais

A coluna Biogás em Pauta aborda diferentes temáticas relacionadas com o processo de produção de biogás, destacando a relação com fatores ambientais, sociais, econômicos e corporativos.

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?



Autor: Heleno Quevedo     Publicado em: 25 de janeiro de 2024.

Este artigo não é de autoria do Portal Energia e Biogás, portanto, os créditos e responsabilidades sobre seu conteúdo são dos autores. O Portal de Energia e Biogás oferece espaço para que especialistas publiquem seus artigos, opiniões, análises ou conteúdos técnicos relacionados ao mercado de biogás, biometano e biodigestores. Os textos são validados pela equipe editorial do portal, que define a possibilidade de publicação. O conteúdo das opiniões enviadas e publicadas neste espaço não refletem necessariamente a opinião do Portal Energia e Biogás.

AVISO! O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.