BioMovement Ambiental - 3º Episódio da Série Especial Startups de Biogás do Brasil

Acompanhe o 3º Episódio da série de reportagens especiais sobre Startups que atuam no mercado de biogás brasileiro.

BioMovement Ambiental - 3º Episódio da Série Especial Startups de Biogás do Brasil
Série Especial

3º Episódio

BioMovement Ambiental

Startups de Biogás do Brasil

Série Especial
É uma série de reportagens especiais com o objetivo de apresentar as principais e mais promissoras startups do Brasil que atuam na área de digestão anaeróbia, produção de biofertilizante, produção de energia e descarbonização com biogás e biometano.
O foco da série Startups de Biogás do Brasil é identificar a apresentar ações de empreendedorismo, em todas as regiões do Brasil. Empreendedorismo, que segundo a Wikipédia “é o processo de iniciativa de implementar novos negócios ou mudanças em empresas já existentes. É um termo muito usado no âmbito empresarial e muitas vezes está relacionado com a criação de empresas ou produtos novos, normalmente envolvendo inovações e riscos”.

Afinal, o que é uma Startup?

Startup é uma expressão, em língua inglesa, utilizada para denominar uma “empresa” recém-criada, que ainda está em fase de desenvolvimento e estruturação para ingressar no mercado. Uma startup normalmente é uma empresa de base tecnológica ou com base em inovação, por trás da solução que oferece.
A palavra startup refere-se ao arranque, ao impulso ou a partida inicial de uma boa ideia rumo a consolidação no mercado. Quatro fases distintas caracterizam o desenvolvimento de uma startup: concepção da ideia de impacto e do modelo de negócio, desenvolvimento do produto ou serviço inovador, atração de clientes e investimentos e a fase de crescimento acelerado da empresa (escalabilidade do negócio).
As startups têm alta capacidade para a renovação e desenvolvimento do mercado, desafiando os modelos existentes. Por essa importância atuam como vetores de mudança, trazendo sempre ideias diferenciadas e desafiadoras.

Neste 3º Episódio da série temos o prazer de apresentar:

BioMovement Ambiental

São Paulo - SP

Foto 1: Divulgação/ BioMovement Ambiental

INTRODUÇÃO

Neste 3º episódio da série Startups de Biogás do Brasil, temos o prazer de apresentar a BioMovement Ambiental - Distribuidor Exclusivo HOMEBIOGAS no Brasil.
Em um bate-papo descontraído é possível conhecermos um pouco da história, das motivações e dos desafios da BioMovement Ambiental.
A BioMovement Ambiental é uma startup que tem como objetivo promover o desenvolvimento local por meio da implantação de tecnologias inovadoras e sustentáveis, que possam ser escaláveis e que atendam, principalmente, pessoas em situação de vulnerabilidade.
Tem por missão levar dignidade, qualidade de vida e resiliência a quem não tem, por meio do uso de novas tecnologias. Visam um mundo mais justo e solidário, ambientalmente correto, socialmente colaborativo e economicamente viável.
Sobre a motivação para atuar no mercado de biogás
Saneamento básico, saúde, alimentação de qualidade, destinação adequada de resíduos e economia. Esses foram os pontos que motivaram BioMovement Ambiental a tornar-se distribuidores exclusivos no Brasil do Homebiogas, essa linha de biodigestores que possibilitam o tratamento de resíduos orgânicos alimentares, gerando como subprodutos o biogás - para cocção - e um fertilizante líquido natural rico em macro e micronutrientes que proporciona o condicionamento e fortalecimento do solo. A tecnologia, tem mais de 10 anos de pesquisa e desenvolvimento está presente em mais de 100 países.
Um breve histórico de atuação no mercado e o portfólio dos principais projetos desenvolvidos
A BioMovement Ambiental entrou no mercado em 2018, com a representação dos biodigestores de uso doméstico da Homebiogas e, em 2020 trouxeram para o Brasil o BioToilet, um vaso sanitário adaptado aos biodigestores da Homebiogas, que proporciona saneamento básico desconectado da rede de esgoto e economia. O sistema não tem necessidade de água pressurizada (usa apenas 1,2 litro por descarga) e, ainda, dispensa o uso de energia elétrica.
O atual mercado brasileiro e a expansão de projetos de biogás em pequena e média escala, os desafios de estruturar soluções para o mercado de biogás
Com o movimento para a expansão da matriz energética brasileira, cada vez mais o biogás se torna familiar à sociedade. A própria Associação Brasileira do Biogás (ABiogás) informou que, só em 2020, o setor teve crescimento de 27% na produção de biogás e a construção de 69 novas usinas pelo Brasil.
Nesse cenário e levando em conta os custos do GLP, entende-se que soluções como o Homebiogas, que não olha apenas para a questão econômica, mas também para a social e a ambiental, têm muito espaço para crescer.
Não podemos esquecer que hoje mais de 14 milhões de famílias ainda cozinham com lenha e/ou carvão vegetal, o que gera uma série de problemas de saúde devido à inalação de fumaça. Com os recentes aumentos do preço do GLP, ter um sistema em que você cria seu próprio modelo de Economia Circular dos seus resíduos orgânicos se transformando na sua energia para cozinhar é um modelo que faz cada vez mais sentido e atende todos os princípios do desenvolvimento sustentável.
Oportunidades de negócios na área de biogás
Hoje, a oportunidade se desenha tanto no consumo individual (residencial, hotel e pousadas, indústrias, hospitais, restaurantes, escolas, canis, fazendas e sítios produtores de alimentos, entre outros), quanto no comunitário, como por exemplo, em aldeias indígenas, comunidades ribeirinhas, etc. A BioMovement Ambiental trabalha para atender ao setor privado e também ao público, com a mesma intenção: promover a transformação social, ambiental e econômica.

Soluções Homebiogas e a sustentabilidade - Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU e  Governança Ambiental, Social e Corporativa (ESG)
É fato que não há mais espaço para quem acha que é obrigatório escolher entre construir um mundo mais sustentável ou ter bons resultados financeiros em uma empresa. Hoje, a popularização do ESG (traduzido do inglês, Governança Ambiental, Social e Corporativa) nada mais é do que a constatação de o olhar responsável sobre o meio ambiente, o bem-estar social e o equilíbrio econômico passa a ser considerado como ativo das empresas. Nesse sentido, o Homebiogas torna-se uma ferramenta de transformação de cenários que vem compor com empresas e setores que tenham a visão sobre o tripé da sustentabilidade. Fora isso, o Homebiogas atende a 14 metas de 17 dos ODSs da ONU, somos signatários do Pacto Global e temos nossa política alinhada aos princípios do ESG

Foto: Divulgação/ BioMovement Ambiental - HOMEBIOGAS

Principais cases de sucesso
Hospital Associação Portuguesa: Atende a população de São José do Rio Preto desde 1968, e a rede sempre esteve na busca por práticas ambientais. Em 2020, iniciamos nossa parceria com a aquisição de dois HomeBiogás 7.0. Com esses equipamentos, o hospital passou a produzir energia limpa e renovável por meio da reutilização de 18Kg de resíduos orgânicos gerados diariamente na cozinha. Com a nossa participação, o Hospital conquistou e, outubro de 2021, o prêmio “Amigo do Meio Ambiente”, oferecido pela Secretaria do Estado de São Paulo e pelo projeto Hospitais Saudáveis.
Penitenciária de Sorriso-MT: Com 247 detentos em regime fechado (entre condenados e provisórios), o Centro de Ressocialização da cidade de Sorriso-MT, a cerca de 420 quilômetros da capital Cuiabá, é hoje a primeira unidade prisional do Brasil a contar com um biodigestor para o tratamento de seus resíduos orgânicos. Trata-se de um presídio com uma atuação diferenciada no processo de ressocialização dos detentos. Entre outras medidas, a cada três dias trabalhados, o detento reduz um dia de sua pena e um dos serviços que realizam é o manejo de uma horta orgânica. Essa horta, com 600m² cultivados, fornece o alimento para a própria unidade. Os resíduos provenientes da horta, assim como os gerados na cozinha, costumam atingir volumes entre 40kg e 60kg semanais e, com o HomeBiogas instalado, esses resíduos são transformados no equivalente a 2,5 botijões de gás de cozinha, só que de biogás, que mantêm a cozinha do presídio em funcionamento por até nove horas diárias, promovendo a economia, além do biofertilizante líquido para horta.
Cãopestre Park Hotel: Segundo os proprietários do estabelecimento, há tempos procuravam um modo de destinar corretamente os dejetos animais (em média 20kg a 30kg semanais). O Homebiogas surgiu como opção sustentável e, ainda, garante o biogás para o uso de um dos colaboradores que reside no canil, além do biofertilizante, usado nos gramados e plantas do estabelecimento.
Colégio Magno/ Mágico de OZ: O Colégio Magno tem como principal missão formar pessoas engajadas com o meio ambiente por meio da inovação e sustentabilidade, além de zerar a emissão de gás carbono nos próximos 15 anos. Com 10 biodigestores instalados na unidade Olavo Bilac e inseridos como parte da área pedagógica, professores e alunos se apropriam do projeto para estudo e trabalhos em sala de aula. Desta forma, todos aprendem como viver de forma sustentável, gerando energia com resíduos que até hoje eram considerados lixo. Cada biodigestor é abastecido com, em média 3.2kg diários de restos de comida para geração de biogás, que serve para aquecer os banhos das crianças e para a merenda. Além disto, o biofertilizante também serve de instrumento nas vivências com a horta orgânica.
Foto: BioMovement Ambiental - Montagem dos 10 biodigestores HOMEBIOGAS no Colégio Magno
Além desses cases, a BioMovement Ambiental tem um forte trabalho com a área pública estando em presente em mais de 100 escolas municipais por todo o Brasil que utilizam o biodigestor como uma ferramenta de ensino e atuamos muito fortemente com comunidades e povos tradicionais, sempre com o apoio dos órgãos governamentais que são responsáveis pelo bem-estar e desenvolvimento dessas localidades.

ENTREVISTA

Leandro Toledano 

CEO da BioMovement Ambiental

Portal: Leandro, qual foi a sua principal motivação para atuar como empresário no mercado de biogás?

Leandro Toledano: Venho do mercado empresarial, tive a oportunidade empreender muito cedo, não só no Brasil, como em outros países. Morei 10 anos dos Estados Unidos e nesta trajetória atuei em vários segmentos e pude viajar e conhecer realidades de diversas partes do mundo. Isso me fez ter um outro olhar que me motivou a buscar negócios com impacto social, que fossem economicamente viáveis e que pudessem realmente mudar a vida das pessoas. Gosto de dizer que quero impulsionar a fila de trás para frente procurando, efetivamente, ajudar quem realmente precisa.

Portal: Quais foram os desafios para empreender e desenvolver negócios na área de biogás no Brasil?

Leandro Toledano: A tecnologia do biogás é milenar. No Brasil existem muitos biodigestores que demandam obras civis para sua construção, têm uma manutenção bem complicada e os que já são industrializados focam na macrogeração, o que deixou uma lacuna para o tipo de equipamento que fui buscar: biodigestores de uso doméstico, fáceis de transportar, instalar e utilizar, com baixa manutenção e longa durabilidade, além de serem ambientalmente corretos. E o mais interessante: trabalham no mercado da microgeração que no Brasil ainda é um terreno muito grande a ser trabalhado.

Portal: Como o brasileiro vê a possibilidade de tratar localmente os seus resíduos orgânicos e produzir biogás com o biodigestor Homebiogas?

Leandro Toledano: A destinação correta dos resíduos orgânicos alimentares é algo que todos nós já deveríamos estar fazendo. Faz parte da Política Nacional de Resíduos Sólidos desde a sua implantação que todo resíduo gerado é de responsabilidade de quem gera e se esse resíduo puder ser reaproveitado não deve ser descartado de forma incorreta. 
O resíduo orgânico alimentar pode ser reaproveitado em forma de energia. Hoje cada vez mais o brasileiro que tem acesso à informação, que seja via redes sociais e já tem essa consciência. Aquele que não tem, sente no bolso e busca alternativas mais econômicas para que possa ter maior qualidade de vida. 
São quase três anos de atividade, lembrando que um ano e meio quase numa pandemia. Ainda assim, temos mais de 500 equipamentos já instalados e muitos com pessoas físicas. Não tem volta nesse processo. Cada vez mais as pessoas estão percebendo a importância social, ambiental e econômica da Economia Circular e os impactos positivos que traz para suas vidas, independente de sua classe social.

Portal: Sobre os aumentos dos preços do gás de cozinha (GLP), gás natural (GN) e da energia elétrica, o Homebiogas pode contribuir para reduzir a exposição, das residências e de algumas empresas, a esses aumentos de preços?

Leandro Toledano: Com certeza, hoje qualquer economia que se possa fazer é fundamental em um cenário no qual temos inflação, uma política pública nada definida e um mundo pós-pandemia que tem enfrentado um aumento no custo de seus produtos, fruto de um período de parada de produção que agora vai refletir e impactar a todos. No Brasil, qualquer economia no uso do gás ou da energia elétrica e muito bem-vinda. 

Portal: Há algum case aqui no Brasil do uso de vários biodigestores Homebiogas em sequência para produção de biogás com o objetivo de abastecer grupo gerador para geração de energia elétrica?

Leandro Toledano: O foco deste equipamento não é a geração de energia elétrica e sim a transformação de biomassa para cocção. Temos outros modelos de biodigestores que atuam na geração, mas dentro do nosso planejamento só estarão no Brasil em meados de 2022 e ainda não falamos deles. Nosso foco, neste momento, são os biodigestores de uso doméstico que geram biogás para cocção e biofertilizante líquido natural para agricultura. 

Portal: A Homebiogas em Israel já possui soluções para usar os resíduos orgânicos na produção de biogás com objetivo de produzir água quente para residências e empresas, assim como uma solução baseada na geração de energia elétrica a partir de motores Stirling. A BioMovement Ambiental já está avaliando essas soluções para o mercado brasileiro? Se sim, já há uma previsão de quando essas soluções estarão disponíveis para os seus clientes?

Leandro Toledano: Sim, mas são equipamentos que estão em fase de teste com instalações em outros países e, assim que estiverem testados e homologados, vamos trazer ao mercado brasileiro. A BioMovement, além de buscar em qualquer lugar do planeta tecnologias que possam ser escaláveis e resolver problemas complexos, também cria e desenvolve tecnologias próprias, mas só colocamos no mercado quando estão totalmente testadas, homologadas, patenteadas, quando temos a distribuição exclusiva e quando atendem aos objetivos de nossa missão e visão.

Portal: Sobre a atuação no mercado brasileiro, quantos biodigestores de uso doméstico Homebiogas estão em operação atualmente?

Leandro Toledano: São mais de 500 equipamentos instalados hoje no Brasil em operação.

Portal: Além de biogás, o biodigestores Homebiogas também produz digestato (efluente do processo da biodigestão). Qual destinação desse digestato?

Leandro Toledano: Esse digestato é um biofertilizante líquido, natural, rico em macro e micronutrientes excelente para condicionamento e fortalecimento do solo.

Portal: Há mercado para comercialização desse digestato (biofertilizante)?

Leandro Toledano: Há mercado, mas não é hoje o nosso foco. Em alguns outros países já existem ações para essa comercialização. Não é algo simples, exige uma regulação, mas temos aqui também algumas tratativas já caminhando neste sentido em parcerias que em um futuro próximo poderemos falar a respeito.

Portal: Qual estado e qual município possui maior número de unidades em operação?

Leandro Toledano: Hoje, o estado que tem mais biodigestores em funcionamento é o Rio Grande do Sul, com destaque ao município de Lajeado, que instalou em todas as suas escolas municipais, um excelente trabalho da Secretária Municipal de Educação deste município.

Portal: Para uma empresa que produz resíduos orgânicos, o biodigestor Homebiogas pode ser uma ferramenta para que a empresa possa de adequar a alguns pontos dos ODS assim como as principais práticas de governança ESG?

Leandro Toledano: São coisas diferentes. Não tem como transferir para o uso de um produto ou a adoção de um serviço o fato de estar ou não cumprindo um ponto dos ODS ou praticando ESG. O biodigestor é um produto que, se utilizado corretamente, pode contribuir para vários dos indicadores que a empresa adotar, assim como é uma prática que vai atender na área ambiental. Mas isso tem muito mais a ver com a política da empresa em relação ao uso do produto, do que com o produto em si.

Portal: Como o biodigestor Homebiogas contribui para mitigar os impactos decorrentes da produção de resíduos orgânicos?

Leandro Toledano: Proporcionando uma forma ambientalmente correta de fazer o descarte desses resíduos, transformando-os em energia, em forma de biogás para cocção, e em biofertilizante líquido natural para agricultura. Isso tudo sendo tratado no local, evitando ainda as emissões geradas pelo transporte quando da coleta desses resíduos.

Portal: O biodigestor Homebiogas pode reduzir as emissões de gases de efeito estufa?

Leandro Toledano: O Homebiogas reduz Gases de Efeito Estufa uma vez que o metano que seria gerado pelo descarte incorreto dos resíduos orgânicos é transformado em biogás. E, ainda, elimina e emissão que seria gerada pelo transporte quando da coleta desses resíduos.

Portal: Considerando todos os Homebiogas em operação no Brasil, qual seria a contribuição aproximada de redução da emissão de gases de efeito estufa? É possível estimar aproximadamente quantas toneladas equivalentes de carbono foram evitadas de serem emitidas para atmosfera?

Leandro Toledano: Se considerarmos que, em uma operação correta, cada biodigestor deixa de emitir em média 6 toneladas/ano de gases de efeito estufa e temos mais de 500 biodigestores já instalados, se arredondarmos essa conta baseados nesta média - que é um cálculo que foi feito pela matriz em Israel considerando os equipamentos instalados em diversos países -  estaríamos hoje já evitando que 3.000 toneladas equivalentes de carbono seja emitida na atmosfera por ano.

Portal: Aqui no Brasil, há alguma certificação (como Selo de Energia Verde, Certificação Ambiental, Certificação LEED, entre outras) que possa reconhecer as empresas que instalam Homebiogas?

Leandro Toledano: Não, mas é algo que temos buscando.

Portal: Há alguma linha de financiamento que possa atender o empresário que tiver interesse no Homebiogas?

Leandro Toledano: Sim, os planos de financiamento do governo federal para equipamentos agrícolas podem ser utilizados para a compra de biodigestores, para indústria e academia existem verbas de projetos e de pesquisa e desenvolvimento e para o consumidor final temos nossa própria linha de financiamento para facilitar a compra.

Portal: Para encerrar, pode deixar uma mensagem sobre a importância de tratarmos localmente nossos resíduos orgânicos evitando o envio deles para aterros sanitários ou outros destinos não adequados.

Leandro Toledano: O descarte adequado dos nossos resíduos orgânicos é um ponto que já faz parte da Política Nacional dos Resíduos Sólidos que nos responsabiliza por qualquer resíduo que geramos e temos a obrigação legal de dar a destinação correta, afinal somos responsáveis por tudo o que produzimos e geramos. A possibilidade de tratar localmente esse resíduos e ainda gerar subprodutos é o grande diferencial, pois meu resíduos passa ser tratado como insumo e isso, além de proporcionar conforto, saúde, e minimizar os impactos ambientais, ainda tem a possibilidade de geração de renda, além de melhora em muito a qualidade de vida. O Planeta com certeza agradece.

Contato:

Biomovement Ambiental - Distribuidor Exclusivo HOMEBIOGAS

Biomovement.com.br - [email protected] 

Redes Socias: Facebook | Instagram | LinkedIn
 

Homebiogas.com.br - [email protected]

Redes Socias: Facebook | Instagram | YouTube

AGRADECIMENTOS

O Portal Energia e Biogás, em nome do Leandro Toledano, agradece a toda equipe da Biomovement Ambiental pelas valorosas contribuições para desenvolvimento dessa reportagem. 

Aguarde!

Em breve novos episódios da série com destaque para novas Startups que atuam no mercado de biogás em diferentes regiões do Brasil.

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?




Todos os direitos reservados - Portal Energia e Biogás.