2º Episódio - Sonda Multigás

Medições in loco de metano, dióxido de carbono e umidade para a indústria.

2º Episódio - Sonda Multigás
Foto: Divulgação/ VAISALA
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Série Especial
Equipamentos para área de biogás

Série Especial – Equipamentos e ferramentas para área de biogás

Uma série de reportagens especiais com o objetivo de apresentar equipamentos e ferramentas para trabalhos com biogás e biometano.

Neste 2º episódio apresentamos um modelo de equipamento usado para monitorar a composição do biogás.

Em unidades com processo de digestão anaeróbia para produção de biogás e biometano a análise da composição do gás é um fator essencial.

Na produção de biogás, acompanhar o processo e monitorar os principais parâmetros são rotinas constantes de operação e manutenção. A possibilidade de coleta de dados de forma ágil viabiliza a avaliação do desenpenho do processo e contribui para redução de riscos. 

Para essas demandas, em projetos de escala industrial, é imprensidível equipamentos com resultados precisos, com facilidade de manuseio e que garanta a segurança do operador em ambientes com risco de atmosfera explosiva.

Neste 2º Episódio da série apresentamos:

Sonda multigás
Medição de metano, dióxido de carbono e umidade

Foto: Divulgação/  VAISALA

O instrumento de medição 3 em 1, a sonda multigás Vaisala CARBOCAP® MGP261 para medição de metano, dióxido de carbono e umidade foi projetada para medições in loco (monitoramento contínuo em linha) em condições complexas de processamento de biogás em que medições repetíveis, estáveis e precisas são essenciais. A sonda multigás MGP261 possui certificação Ex para uso em ambientes com risco de atmosfera explosiva nas seguintes zonas de clasiificação:

  • Ex Zona 0 (componentes inseridos no processo);
  • Ex Zona 1 (componentes externos ao processo).

Até três medições em uma unidade compacta

A MGP261 mede os principais componentes de biogás e gás de aterro sanitário: metano (CH4), dióxido de carbono (CO2) e umidade. Esses gases compõem a maior parte do biogás, e a medição dos três parâmetros fornece um panorama completo do processo. A MGP261 mede CH4, CO2 e umidade em unidades de % de volume ou, como alternativa, a temperatura do ponto de orvalho¹ (Td) em °C.

Foto: Divulgação/  VAISALA

Medição de metano para controle de qualidade e processo de biogás

A medição da concentração de metano informa o valor calorífico do gás produzido em tempo real. Com a medição de temperatura interna para fins de compensação e uma opção para entrada de compensação de temperatura ou pressão externa, a medição CARBOCAP oferece estabilidade e confiabilidade incomparáveis sem gases de calibração. As áreas de aplicação incluem digestão anaeróbica e monitoramento de gás de aterro sanitário, monitoramento de filtro de carvão ativado no processo de tratamento de biogás e monitoramento de gás de alimentação do motor CHP.

Medição direta in loco sem tratamento de amostra - monitoramento contínuo em linha

A MGP261 mede gases diretamente na tubulação de processo sem a necessidade de remoção de umidade. Isso simplifica a medição in loco e como parte de um sistema extrativo com fluxo opcional por meio do acessório da célula. Os elementos ópticos aquecidos fornecem medições confiáveis, mesmo nas condições de processo mais exigentes, com condensação no gás do processo.

Resistente, à prova de intempéries e com certificação Ex para as zonas 0 e 1

A MGP261 possui certificação Ex pa ra uso Ex Zona 0 (componentes inseridos no processo) e Ex Zona 1 (componentes externos ao processo). Os componentes eletrônicos e ópticos do instrumento com classificação IP66 são protegidos por encapsulamento em um composto de envasamento para garantir a máxima resistência a intempéries, poeira e entrada de gases de processo na sonda. Os materiais expostos ao gás do processo são cuidadosamente selecionados para proporcionar uma boa resistência química ao sulfeto de hidrogênio: eles incluem aço inoxidável 316L e politetrafluoretileno (PTFE).

Foto: Divulgação/  VAISALA

Dados Técnicos

Propriedade

Metano

CH4

Dióxido de carbono

CO2

Vapor d'água

H2O

Sensor CARBOCAP® CARBOCAP® CARBOCAP®
Unidade de medida % de volume % de volume % de volume, ponto de orvalho °C
Faixa de medição 0 ... 100% de volume 0 ... 100% de volume

0…25% de volume,

-10…+60 °C (14…+140 °F)

Especificação de precisão a 25 °C (+77 °F) e 1.013 mbar, incluindo não linearidade, incerteza de calibração e repetibilidade; temperatura e pressão compensadas
Precisão a +25 °C (+77 °F) e 1.013 mbar

0 ... 40% de volume:

±2% de volume


40 ... 70% de volume:

±1% de volume


70 ... 100% de volume:

±2% de volume

0 ... 30% de volume:

±2% de volume


30 ... 50% de volume:

±1% de volume


50 ... 100% de volume:

±2% de volume

0 ... 25% de volume:

±0,5% de volume

Para mais dados técnicos, clique aqui

¹ Ponto de orvalho designa a temperatura na qual o vapor de água presente no ar ambiente passa ao estado líquido na forma de pequenas gotas por via da condensação, o chamado orvalho. Em outras palavras, é a temperatura na qual o vapor de água que está em suspensão no ar começa a se condensar.

Sobre a Vaisala

Com sede na Finlândia, a empresa emprega mais de 1.900 profissionais em todo o mundo. Líder global em medições meteorológicas, ambientais e industriais, desenvolve tecnologias para ambientes exigentes como hospitais, parques nacionais e centros de dados a aeroportos e parques eólicos em todo o mundo, e além, como até mesmo o “Mars Rovers Curiosity e Perseverança” está equipado com sensores Vaisala.

Vaisala, Industrial Measurements, Power Industry, South America https://www.vaisala.com/pt/industries-applications/biogas

Contato: [email protected]

Aguarde!

Em breve novos episódios da série com destaque para mais equipamentos para área de biogás e digestão anaeróbia.

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?




Todos os direitos reservados - Portal Energia e Biogás.