Importância da guerra da Ucrânia no mercado de Biogás e na Transição Energética

Breve panorama geral dos impactos do conflito na Ucrânia e as oportunidades para a cadeia de produção de biogás .

Importância da guerra da Ucrânia no mercado de Biogás e na Transição Energética
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Colunista
Biogás sem Fronteiras, por Crislaine Florzino Flor

Importância da guerra da Ucrânia no mercado de Biogás e na Transição Energética

Um panorama geral dos impactos da guerra e as oportunidades para a cadeia de produção de biogás.

Crislaine Florzino Flor | Colunista do Portal Energia e Biogás — A União Europeia enfrenta um grande desafio devido à dependência do bloco em relação às reservas de gás da Rússia. Poucos lugares estão tão expostos às consequências da guerra com a Ucrânia, pois a Rússia é o maior fornecedor de gás da Europa. O atual conflito pode agravar ainda mais suas consequências devido à escassez de suprimentos e energia.

De acordo com o Jornal O Globo, na visão de especialistas, o conflito pode acelerar o processo de transição energética global rumo a uma geração de energia baseada em fontes renováveis. Recentemente, a União Europeia anunciou um plano para diminuir sua dependência do gás russo, com o incentivo à produção de hidrogênio verde, biogás e energias renováveis em geral.

Como resultado da guerra, a alta do petróleo afeta a economia de diversos países e as fontes renováveis, como solar e eólica, tendem a ficar economicamente mais competitivas. Segundo o jornalista Jona Källgren do Euronews, a Alemanha precisa urgentemente de gás e encara uma enorme tarefa, um enorme problema, uma vez que se esforça para ser independente da energia e do gás russo. O biogás, como o que está sendo produzido em Berlim, por exemplo, não será a solução para este problema, mas poderá desempenhar um papel importante no futuro, na construção da segurança energética alemã.

A Associação Europeia de Biogás (EBA) diz que o biogás faz parte do quebra-cabeça de como reduzir a dependência energética da Europa. E ainda, a União Europeia poderá rapidamente aumentar a produção de biometano, que é bombeado para redes de gás natural de toda UE. Um investimento de 83 bilhões de euros — que é menor do que o valor total que as 27 nações da UE pagam por ano à Rússia por gás natural canalizado — produziria um aumento de 10 vezes na produção de gás até 2030.

O biogás proporcionaria, assim, uma oportunidade real para aumentar a independência energética da Europa. Esta foi a mensagem transmitida pela presidência do Conselho francês da UE em uma conferência de março sobre “Fortalecer a autonomia energética europeia e fazer um sucesso da transição ecológica.

A implantação de biometano feita na Europa pode ajudar a estabilizar o preço do gás natural que tem aumentado com às interrupções no fornecimento. É urgente reduzir a dependência de fornecedores externos de gás, uma vez que a UE produz hoje menos de 15% da sua demanda de gás, afirma a organização Renewable Gas Forum Ireland (RGFI)


Referências consultadas



A coluna Biogás Sem Fronteiras é apoiada pelo Projeto GEF Biogás Brasil. Este artigo independente não reflete, necessariamente, a opinião do projeto.

Gostou do assunto?

Quer saber mais sobre o biogás no Brasil?



Autora: Crislaine Flor    Publicado em: setembro de 2022.

Este artigo não é de autoria do Portal Energia e Biogás, desta forma, os créditos e responsabilidades sobre o seu conteúdo são do autor. O Portal Energia e Biogás oportuniza espaço para que especialistas publiquem seus artigos, conteúdos de opinião, análises ou conteúdos técnicos relacionados com o mercado de biogás, biometano e digestato. Os textos são avaliados pela equipe de redação do portal, que define possibilidade de publicação. Os conteúdos de opiniões enviados e publicados nesse espaço não refletem necessariamente a opinião do Portal Energia e Biogás.

AVISO! O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.