Entrevista | Profa. Suelen Paesi – UCS

A Profa. Suelen é integrante da Comissão Realizadora do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano, neste bate-papo falou sobre o Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano e importância da formação profissional na área de biogás.

Entrevista | Profa. Suelen Paesi – UCS
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Entrevista
Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano

Entrevista | Profa. Suelen Paesi – UCS

A Profa. Suelen é integrante da Comissão Organizadora do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano.

    Baixe o E-book com as entrevistas exclusivas

    Apresentamos a profa. Dra. Suelen Paesi, docente e pesquisadora da Universidade de Caxias do Sul e membro da Comissão Realizadora do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano. Em entrevista exclusiva ao Portal Energia e Biogás, a professora Suelen discutiu a importância da formação profissional para atender às demandas por recursos humanos qualificados na cadeia do biogás. Com sua vasta experiência acadêmica e prática na área de pesquisa e ensino, a professora Suelen compartilhou insights valiosos sobre como a educação pode ajudar a impulsionar o desenvolvimento do setor de biogás e biometano no Brasil e o papel do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano na formação profissional. Acompanhe a entrevista completa para saber mais.

    Realizam o 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás), de Foz do Iguaçu (PR), a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa Suínos e Aves, de Concórdia (SC) e a Universidade de Caxias do Sul (UCS), de Caxias do Sul (RS). A organização do evento é da Sociedade Brasileira dos Especialistas em Resíduos das Produções Agropecuária e Agroindustrial (Sbera).

    Portal Energia e Biogás – O que significa para sua instituição, a Universidade de Caxias do Sul, estar entre as entidades realizadoras do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano?

    Profa. Suelen Paesi – A Universidade de Caxias do Sul (UCS) já tem o seu reconhecimento nacional e internacional como instituição relacionada à inovação tecnológica.

    A UCS já tem trilhado um caminho na produção de startups, na produção de incubadora de empresas e no desenvolvimento tecnológico através da TecnoUCS, através do instituto de biotecnologia e através da sua proporção e da sua estrutura de ensino.

    A UCS tem ensino em todos os níveis, desde o ensino técnico, ensino de graduação e ensino de pós-graduação, com mestrados e doutorados. Nós temos uma formação de recursos humanos especializados e vinculados à produção de biogás.

    Na UCS há linhas de pesquisa tradicionais já ligadas à geração de biogás e biometano. São linhas de pesquisa que receberam fomento de instituições como a Petrobras, receberam premiações na Petrobras e também já contribuíram para formação pesquisadores de pós-graduação, de mestrado e doutorado, gerando produção acadêmica significativa a partir da publicação de artigos em revistas internacionais.

    Dar segmento a esse setor é consolidar os caminhos que a UCS tem na sua missão, de formação de recursos humanos, na formação na atividade de extensão e na formação no desenvolvimento de pesquisa científica.

    Um desafio muito grande para a UCS é implantar usinas de biogás na região da Serra de Caxias do Sul e em todo o Rio Grande do Sul. Nós temos uma grande disponibilidade de recursos de biomassa que poderiam ser usados para a produção de biogás e que não estão sendo devidamente utilizadas.

    Estar entre as entidades realizadoras do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano é um dos desafios da universidade, uma oportunidade incrível de ecoar esses conhecimentos para os municípios da Serra e do Rio Grande do Sul, para que a gente tenha de forma integrada parcerias na produção desse tipo de energia renovável.

    Portal – Como o Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano tem contribuído para a formação de novos profissionais na área de biogás e biometano?

    Profa. Suelen Paesi – O Fórum Sul Brasileiro de Biogás Biometano é muito importante para formação dos recursos humanos no ecossistema do biogás porque ele oportuniza uma visão privilegiada do mercado, mostrado quais profissionais serão necessários para esse setor, bem como o perfil desses profissionais.

    O Fórum Sul Brasileiro de Biogás Biometano tem uma conexão muito forte com o mercado, dessa maneira ele consegue transpor ao setor de formação de recursos humanos (em todos os níveis, tanto no nível acadêmico como na pós-graduação, no mestrado e doutorado, assim como também no ensino técnico, no ensino médio e até mesmo no ensino fundamental) mostrando toda a potencialidade desse setor de produção de energias renováveis para futuros espaços profissionais que a sociedade pode ocupar.

    Portal – Quanto à preparação de recursos humanos para atuar na cadeia do biogás, como pode ser feita, tendo em vista as demandas desse mercado?

    Profa. Suelen Paesi – O Fórum Sul Brasileiro de Biogás Biometano pode influenciar a formação dos recursos humanos ao denotar a formação, mostrando o perfil dos profissionais envolvidos nessa rede.

    O profissional envolvido nessa rede de formação e produção de energias renováveis tem que ter uma visão holística. Essa visão holística inclui desde a geração dos resíduos a destinação correta dos resíduos, sejam eles resíduos urbanos, agroindustrial ou qualquer outro tipo de resíduo orgânico. É necessário que tenha um gerenciamento equilibrado dentro do meio ambiente, que possibilite produzir energias renováveis e outros coprodutos de interesse no mercado econômico e que tenham um alinhamento com o meio ambiente.

    Essa é uma visão bem definida dentro dos conceitos de biorrefinaria a onde vários produtos podem ser gerados a partir dos resíduos. Esses novos produtos têm que estar relacionados a um valor agregado e que tenham uma destinação no mercado econômico.

    Essa cadeia também está inserida na economia circular a onde é possível produzir crescimento econômico no país integrando a ele a qualidade de vida, qualidade ambiental e os empregos que esse ecossistema do biogás pode gerar.

    Desta forma, para a preparação dos recursos humanos para atuar na cadeia do biogás demanda por profissionais com uma visão bastante ampla e aprofundada, que possibilite a integranção de diferentes setores da sociedade à cadeia do biogás.

    Portal – Que políticas públicas poderiam ser criadas para incentivar a produção de biogás, biometano e digestato no Brasil?

    Profa. Suelen Paesi – A produção de biogás é uma forma bastante avançada de gerenciamento de resíduos orgânicos no mundo inteiro. E o Brasil é um dos maiores produtores mundiais de proteína animal.

    Essa capacidade que o Brasil tem pode ser ampliada à medida em que nós tenhamos uma forma correta de gerenciar esses resíduos e ainda usar esse espaço que temos internacional para poder explorar e mostrar as nossas potencialidades na geração de energias renováveis.

    “O Brasil é um dos maiores produtores de energias renováveis do mundo e tem o maior potencial de produção de biogás mundial. Então, desta forma a gente precisa fazer a cadeia do biogás crescer no Brasil. E como é que podemos fazer isso?”

    Precisamos de muito apoio de políticas públicas que ajudem a integrar os geradores de resíduos com as possibilidades de aproveitamento desses resíduos para a produção de energias verdes. Isso se dá com o apoio aos produtores rurais, com apoio às indústrias e aos municípios que são os que podem produzir biomassa para a produção de biogás.

    Então, financiamentos que possam incentivar ou possibilitar à implantação de novas usinas de biogás seriam muito bem-vindos para o setor. Incentivo também para ampliar o conhecimento do biogás nas redes de agroindústria por exemplo e ampliar grupos de estudos nos mais diferentes municípios.

    Para que esses conceitos de biorrefinaria, economia circular se estabeleçam, relacionando a economia, com a sustentabilidade e com a proteção ambiental. Nesse sentido é fundamentalmente uma política pública, indispensável para o crescimento da cadeia do biogás é a liberação de recursos de fomentos para o setor de pesquisa na academia aonde o conhecimento é gerado.

    A gente tem muito muito conhecimento já acumulado, mas novos conhecimentos precisam constantemente estarem relacionados às novas formas de produzir energia. Tem muito a ser pesquisado na área de tratamento de biomassa para a produção de biogás, como o pré tratamento, a codigestão de vários produtos, tipos configurações de reatores onde se produz o biogás, desenvolvimento de sistemas filtragem dos produtos, novos equipamentos para a purificação do biogás e inúmeros outros caminhos no sentido de mostrar a qualidade, a viabilidade técnica e econômica dessas plantas para o setor comercial.

    Portal – Para finalizar, qual é a sua mensagem para as empresas e organizações que ainda não estão envolvidas no setor do biogás?

    Profa. Suelen Paesi – A minha mensagem para as empresas e para as entidades que ainda não estão envolvidas no biogás é lembrar que esta é uma oportunidade de investimento em energias renováveis.

    Um investimento com bastante segurança onde a gente tem no Brasil a maior potencialidade de biomassa disponível para energias renováveis.

    As tecnologias já estão todas disponíveis. Não há mais dúvidas no que a gente pode dizer em relação à implantação. Podemos ampliar os conhecimentos, mas esses conteúdos já estão absolutamente consolidados, só temos que adaptar os conhecimentos que já existem para cada realidade e para cada empresa.

    É um espaço onde se pode reverter aquele perfil de poluidor em um marketing voltado à selos verdes de produção de energia. Eu acho que é uma oportunidade única para as entidades aproveitarem esse espaço.

    Confira as entrevistas dos nossos convidados

    Profa. Dra. Suelen Paesi

    Universidade de Caxias do Sul (UCS) - Instituto de Biotecnologia 

    Coordenadora - Laboratório de Diagnóstico Molecular (LDM)

    Possui graduação em Licenciatura e Bacharelado em Ciências Biologia pela Universidade de Caxias do Sul (1990) e doutorado em Ciências Biológicas (Bioquímica) pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1998). Atualmente, é professora pesquisadora da Universidade de Caxias do Sul com atuação na Graduação e nos Programas de Mestrado e Doutorado em Biotecnologia e Ciências Ambientais. Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia Aplicada à Biogás e Biometano, atuando principalmente em isolamento e identificação microrganismos por meio de técnicas clássicas e moleculares e metasequenciamento de amostras ambientais, bem como vírus de veiculação hídrica. Membro do Grupo de Trabalho da Matriz Produtiva dos Biodigestores do RS, foi Coordenadora do 4° Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano e atualmente é membro da Comissão Realizadora do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano. Currículo Lattes

    ACOMPANHE A PROGRAMAÇÃO DO 5º FÓRUM 

    Para saber mais sobre a premiação, acompanhe no site biogasebiometano.com.br e nas redes sociais do Fórum. No mesmo endereço está a programação completa do 5º Fórum, que inclui painéis, visitas técnicas, Espaço de Negócios, encontros setoriais, entre outras atividades. O evento vai ocorrer no Hotel Golden Park Internacional Foz & Convenções, em Foz do Iguaçu, no Paraná. 

     

    SOBRE O FÓRUM 

    O objetivo do 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano é contribuir para o desenvolvimento da cadeia de biogás e biometano nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, como também em todo o país. A programação oportuniza um espaço para conexão entre pessoas, instituições e empresas envolvidas na cadeia produtiva do biogás, mostrando as tendências do setor para gerar negócios, desenvolvimento e sustentabilidade.

    O Fórum tem como entidades realizadoras o Centro Internacional de Energias Renováveis (CIBiogás), do Paraná, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa Suínos e Aves, de Santa Catarina, e a Universidade de Caxias do Sul (UCS), do Rio Grande do Sul. A organização do evento é da Sociedade Brasileira dos Especialistas em Resíduos das Produções Agropecuária e Agroindustrial (Sbera).

    O Fórum também conta com o Apoio Institucional do Portal Energia e Biogás.

    Mais informações sobre o 5º Fórum Sul Brasileiro de Biogás e Biometano podem ser obtidas nos canais:

    Participe!

    Todos os direitos reservados - Portal Energia e Biogás®.

    AVISO! O espaço para comentários é destinado ao debate saudável de ideias. Não serão aceitas postagens com expressões inapropriadas ou agressões pessoais à equipe da publicação, a outro usuário ou a qualquer grupo ou indivíduo identificado. Caso isso ocorra, nos reservamos o direito de apagar o comentário para manter um ambiente respeitoso para a discussão.